Notícias

10/11/2020

Porto Itapoá recebe Prêmio Via Viva do Ministério da Infraestrutura como o mais sustentável do país na categoria portos privados

O Porto Itapoá, localizado no litoral Norte de Santa Catarina, recebeu dia 23 de outubro, o Prêmio Via Viva 2020 – na categoria Setor Portuário -, concedido pelo Ministério da Infraestrutura em reconhecimento às ações ambientais desenvolvidas. O novo reconhecimento soma-se a inúmeros outros prêmios de sustentabilidade nacionais e internacionais que o Porto Itapoá vem recebendo em seus nove anos de operação.

A escolha do Porto Itapoá pelo Ministério da Infraestrutura como o mais sustentável entre os portos brasileiros teve como base o Índice de Desempenho Ambiental (IDA) desenvolvido pela Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários) que já havia premiado o Porto Itapoá em primeiro lugar entre os terminais portuários privados. Referência no setor, o IDA é composto por 38 indicadores relacionados a conformidades legais vigentes no país e boas práticas em gestão ambiental, saúde e segurança de operações.

A premiação ocorreu durante o evento Via Viva 2020, Seminário de Infraestrutura de Transportes, promovido pelo Ministério da Infraestrutura e reconhecido por fomentar discussão sobre temáticas socioambientais relevantes para um setor tão dinâmico e desafiador. Neste ano, em função da pandemia, as atividades, com foco em três subeixos (financiamento verde, resiliência e baixo carbono), aconteceram de forma virtual. O prêmio foi recebido pelo Diretor do Porto Itapoá, Roberto Pandolfo, que falou do compromisso do Porto Itapoá com a Sustentabilidade, como um dos três pilares de atuação. “Nossa atuação socioambiental faz parte da estratégia do Terminal desde o início de nossas operações e este reconhecimento por parte do Ministério da Infraestrutura tem um fator motivador muito especial, que vai ao encontro do que entendemos ser o modelo de desenvolvimento do setor portuário no País”, disse. Na premiação estavam Diogo Piloni, Secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários, Mateus Salomé do Amaral, Subsecretário de Sustentabilidade do Ministério da Infraestrutura e Adalberto Tokarski, Diretor da Agência Nacional de Transportes Aquaviários – ANTAQ.