Notícias

24/04/2018

Com expansão Porto Itapoá registra novo recorde operacional

No último dia 15 de abril, o Porto Itapoá registrou um novo recorde em suas operações, com 157,69 MPH (movimentos por hora) por navio, e 36,69 MPH por equipamento, na operação do navio Pedro Alvares Cabral, do armador Aliança Navegação e Logística, que faz o serviço de cabotagem no Terminal.

O último recorde do Terminal era de 2015, com 155 MPH. Com o incremento dos volumes no Porto, somada as obras de expansão, as condições para se alcançar índices superiores a 80 MPH ficaram comprometidas. Nesse momento, com partes das obras já concluídas, o Terminal retoma os patamares de produtividade do início de suas operações.

Uma parte da expansão do Terminal foi entregue no início de março deste ano com uma nova área de pátio de 60 mil m2. A nova área adicionou uma capacidade estática de aproximadamente 4 mil unidades, abrindo um espaço importante para que as operações continuem sendo realizadas de forma ágil e segura. Com a nova área, o pátio de contêineres do Porto Itapoá passa a ter 210 mil m², com capacidade estática de 18 mil contêineres.

As obras desta primeira fase de expansão continuam até maio, quando deve estar finalizado mais 40 mil m² de pátio, totalizando 250 mil m², e mais 170 metros de píer, que passará a ter 800 metros de comprimento e, com isso, capacidade de movimentação do Terminal deve chegar em 1,2 milhão de TEUs/ano. O Projeto de expansão contempla ainda outros 200 mil m² adicionais de pátio, já com aterro em andamento,  e 410 metros de píer (um berço), cuja evolução acontecerá nos próximos 3 anos.

Movimentos por Hora - MPH
Este índice é utilizado no meio portuário para medir a produtividade dos terminais. É calculado o número de movimentos feitos por um terminal, em um determinado navio, num período de tempo específico. Quanto maior o índice de MPH, mais rápido acontece a operação e menos custo é gerado para armadores, exportadores e importadores. A agilidade do Porto Itapoá é um de seus principais diferenciais competitivos.